a grande fábrica de vento

Os luga­res-comuns, as fra­ses fei­tas, os bor­dões, os nari­zes-de-cera, as sen­ten­ças de alma­na­que, os rifões e pro­vér­bi­os, tudo pode apa­re­cer como novi­da­de, a ques­tão está só em saber mane­jar ade­qua­da­men­te as pala­vras que este­jam antes e depois.

– José Sara­ma­go, in His­tó­ria do Cer­co de Lis­boa

#5

Afi­nal

A ten­ta­ti­va e erro não fun­ci­o­na na vida. Se é cer­to que os suces­sos, maus ou bons, são o que per­du­ra­rá na memó­ria das pes­so­as, já não estou cer­to de que os insu­ces­sos, bons ou maus, não venham a ser o sal­do final que aca­re­a­re­mos na hora der­ra­dei­ra. Não pude, não con­se­gui, não fiz, têm toda a pos­si­bi­li­da­de de ser a exalação […]




#1

2021. Bem-vin­dos.

É já 2021 e, como em todos os pri­mei­ros dias do ano, a ten­ta­ção é fazer uma espé­cie de balan­ço do ano pas­sa­do e, simul­ta­ne­a­men­te gizar pro­jec­tos para o futuro.
Sou­bés­se­mos nós a bana­li­da­de que é a vida e menos nos pre­o­cu­pa­ría­mos com tais reso­lu­ções, deixando‑a cor­rer ao sabor de dias mais despreocupados.